quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Juventude no rio (5)



Agosto de 1973, sempre na companhia do nosso Ceira. Repare-se na evolução: eu e a Antonieta passámos a usar biquíni! Estamos acompanhadas pelas minhas primas Maria Emília e Maria do Carmo, netas do meu tio António Lopes, e da Maria Eugénia com a sua filhota Leonor.

"Cila" Barata
Texto e foto

7 comentários:

Anónimo disse...

No tempo em que os biquinis eram grandes...
Agora, com os tempos difíceis, poupa-se muito mais no pano...

Marques disse...

“A fotografia, antes de tudo é um testemunho. Quando se aponta a câmara para algum objecto ou sujeito, constrói-se um significado, faz-se uma escolha, selecciona-se um tema e conta-se uma história, cabe a nós, espectadores, o imenso desafio de lê-las"
Por isso continuará a ser sempre actual e continuará a ser o método que consegue captar,para arquivar e preservar para sempre momentos únicos.
Saudações.

F disse...

Quanta saudade, destes tempos.
A Antonieta estava a fazer continência... Quiçá para o Fotógrafo (a) ?

F disse...

Recordo muita coisa do Colmeal...
Da Cecília jamais esquecerei o seu olhar penetrante e muito expressivos!
Obrigado pelas fotos.

Anónimo disse...

A fazer continência? Quanto muito em sentido, mas a sorrir.
Aprendia-se na tropa.

Mariana Brás disse...

Olhem só a minh avó e a mina mãe, todas jeitosas.... Oh, não fiquem com inveja :)

Anónimo disse...

Cila põe-te a pau!
Anda para aí um "piqueno" que não esquece os teus olhos.
Parto do princípio que é "um" porque "jamais esquecerei o seu olhar".