quarta-feira, 4 de junho de 2008

Eduardo dos Santos Ferreira


Há sessenta e dois anos, na Assembleia-Geral realizada em 20 de Janeiro de 1946, Eduardo dos Santos Ferreira iniciava o seu longo percurso na União Progressiva da Freguesia do Colmeal, tendo sido eleito 2.º Secretário na Direcção liderada por António Domingos Neves. Teve como colegas António dos Santos Duarte, José Henriques de Almeida, Ernesto Braz, João de Almeida e Abel Nunes de Almeida, que ainda se mantém entre nós.
O Conselho Fiscal presidido por Manuel da Costa integrava João Nunes de Almeida e Manuel Francisco Braz.
Manuel João Miranda assumia a presidência da Assembleia-Geral tendo como seus pares António Martins Mendes, António Martins da Silva e Alfredo Pimenta Braz.
A Delegação no Colmeal tinha Alfredo Alves Caetano no comando e era coadjuvado por Carlos Miranda e Manuel de Almeida Redondo.

No ano seguinte, já com Joaquim Francisco Neves ao leme dos destinos da União assume o lugar de Tesoureiro. Volta em Março de 1958 como Vogal da Direcção com José Henriques de Almeida. Dez anos mais tarde retoma o seu primeiro cargo com António Simões Lopes. Trabalha nos anos seguintes com Armando Nunes dos Reis e António dos Santos Almeida (Fontes) e assiste aos primeiros passos da Comissão de Juventude em 1972.

De Março de 1979 a Março de 1983 passa a ocupar o lugar de Relator no Conselho Fiscal onde trabalha com Armando Nunes dos Reis, José Braz, António Vieira Faria e António de Almeida Braz. Em 1983 assume a presidência do Conselho Fiscal, tendo Alfredo Campos de Almeida e Francisco José Carreira da Silva na equipa. Fernando Marques Neves assumia a liderança da Direcção neste período.
Entre Junho de 1988 e Junho de 1990, já no Colmeal, passa a desempenhar o cargo de Secretário da Delegação quando Henrique Braz Mendes comandava a Direcção.

Em Outubro de 1997 é convidado pelo actual Presidente da Direcção para ocupar o lugar de Tesoureiro na Delegação, cargo que desempenhou até Junho de 2005.
Com 82 anos feitos pediu para sair e dar lugar aos novos.
Um exemplo a ser seguido por todos aqueles que vão trilhando o caminho do regionalismo. Sempre disponível, sempre alegre e bem disposto (basta percorrer o nosso “Cantinho da Saudade” e confirmá-lo em algumas fotografias), sempre entusiasmado para colaborar e para estar presente nas realizações da sua União.
Com 85 anos feitos em Abril, Eduardo dos Santos Ferreira deixou-nos. A União e o Regionalismo ficaram mais pobres.
.
Até sempre Eduardo!

UPFC

1 comentário:

Rui disse...

A grande paixão do meu pai era a aldeia que o viu nascer, sendo outra paixão a União, que para ele era indissociável do Colmeal. Por isso, no meio da tristeza que foi a sua partida, uma coisa nos consolou: o facto de ter terminado a sua vida terrena na sua terra de sempre, tal como era a sua vontade. E de lá repousar, no cantinho que apanha sol até mais tarde...
Muito obrigado pela presença da União no seu funeral, pelas vossas palavras amigas e também por não deixarem cair no esquecimento os "grandes homens da União", um dos quais foi, certamente, o meu pai.

5 de Junho de 2008 23:41